Escolha uma Página

Aposto que você já ouvi muita gente falando que dá para harmonizar café com diversos tipos de pratos, além de tortas e doces, assim como fazemos com vinho e cerveja. Mas tenho certeza que você também já se pergunto: mas como, todos os cafés são muito parecidos?

Pois é, a primeira vista até pode ser, e um dos grandes responsáveis por isso é a atenção que você dispõe nesse momento. Normalmente, quando vamos tomar um cafezinho, estamos com sono, em um break, ou com a cabeça no nosso próximo compromisso. Ai vai a primeira dica: dê mais atenção à sua experiência com o café!

Outro ponto importante é o terroir, que é o resultado da soma entre as condições climáticas, as características do solo onde é cultivado, e a ação do homem. Essa é uma expressão comum no universo dos vinhos, mas o que pouca gente sabe é que este conceito também se aplica aos cafés! Ele é responsável por formar as características da bebida, portanto se dermos mais atenção ao nosso cafezinho vamos perceber nuances de corpo, doçura, acidez, retrogosto e equilíbrio.

São essas às 5 características que você pode procurar na sua próxima xícara de café e aqui vou explicar como perceber cada uma delas:

Corpo: é o quanto o café preenche a sua boca. Agora imagine uma escala que vai da textura da água até a textura de uma sopa levemente cremosa, é nessa variação que você pode classificar o corpo do café.

Doçura: é o grau de doçura natural da fruta do café. Aqui você pode buscar semelhança com frutas maduras, caramelo e chocolate. Sua percepção vai depender também do grau da torra, quanto menos torrado mais fácil é para perceber essa característica. Outra dica é não adoçar o seu café, pois isso vai mascarar essa e todas as outras características.

Acidez: é o quanto a bebida faz você salivar. Construa na sua mente uma escala que vai da sensação de tomar um suco de limão adocicado até a sensação de comer uma maça madura.

Retrogosto: é aquele gostinho que você sente no fundo da boca depois de tomar o café. Normalmente este gosto pode remeter a baunilha, amêndoas, caramelo ou até mesmo um leve amargor agradável, podendo ser sentido na sua intensidade, de leve até bem presente.

Equilíbrio: é o conjunto entre todas as outras características acima. O ideal é ter uma bebida agradável e saborosa, com todas as características presentes e em equilíbrio.

Agora que você já sabe o que perceber no seu café, é só começar a se aventurar nas diversas cafeterias da sua cidade e brincar com as diferentes combinações que dêem origem a sabores diversos! Como um simples pãozinho com manteiga e um cappuccino, hum!

 

 

Related Post