Warning: A non-numeric value encountered in /home/storage/9/2f/47/drinkgoodcoffee/public_html/wp-content/themes/Divi/functions.php on line 5837
Escolha uma Página

Léo Moço venceu a competição nacional de Brewers Cup, Ariel Todeschini da Motta a de Coffee In Good Spirits e Daniel Acosta Busch a de Latte Art e representarão o Brasil nos campeonatos mundiais

Após quatro dias de acirradas disputas e muita emoção, foram conhecidos, no domingo, 19 de agosto, no ambiente turístico da Estância Hidromineral de São Lourenço, no Sul de Minas Gerais, os campeões brasileiros de barismo nas categorias Brewers Cup, Coffee in Good Spirits e Latte Art, competições que integram as atividades do projeto setorial “Brasil. A Nação do Café”, desenvolvido pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), e que classificam os vencedores para as competições mundiais. As etapas tiveram como anfitriãs as empresas Unique Cafés Especiais e Production Eventos.

Os campeonatos focam aprimorar a capacitação dos baristas no país para ampliar o processo de educação e aprendizagem sobre os cafés especiais ao consumidor

O campeonato de Brewers Cup exige que os profissionais elaborem o café por métodos de filtragem manual, empregando suas técnica e habilidade para extrair o melhor da bebida. Quem teve mais eficiência nesse quesito foi Léo Moço, da Café do Moço, de Curitiba (PR), que obteve o título nacional e garantiu sua vaga para a competição mundial da categoria. A segunda colocação ficou com Analice Pereira, da Como em Casa, de Manaus (AM), e o terceiro lugar com Daniel Munari, da Supernova Coffee Roasters, também de Curitiba.

Na disputa de Coffee In Good Spirits, o destaque foi Ariel Todeschini da Motta, da Ponto Gin e da Supernova Coffee Roasters, de Curitiba, que foi quem melhor demonstrou as habilidades de mixologista para valorizar o preparo de bebidas alcoólicas à base de café. O curitibano sagrou-se campeão da categoria e também obteve a vaga para a competição mundial. O segundo colocado foi Gabriel da Cruz Guimarães, da Unique Café Store, de São Lourenço (MG), e o terceiro Murilo Guedes Casado Semeghini, da Octavio Café, de São Paulo (SP).

O também curitibano Daniel Acosta Busch, da Jardins Café, apresentou seu talento ao decorar as xícaras com bebidas à base de leite vaporizado e café espresso e alcançou o título de campeão brasileiro de Latte Art, garantindo sua vaga para o mundial. Emerson do Nascimento, da Coffee Five, do Rio de Janeiro (RJ), conquistou o segundo lugar, seguido por Leonardo Correa Ribeiro, da Unique Café Store, de São Lourenço.

Além dos vencedores dessas categorias, o Brasil conheceu, anteriormente, os campeões brasileiros de Torra, título obtido por Donieverson dos Santos, da Bourbon Specialty Coffees, de Poços de Caldas (MG); de Cup Tasters, que foi Carlos Henrique da Silva, da empresa Mogiana Assessoria em Cafés Especiais, de Pedregulho (SP); e de Baristas, conquista de Thiago Sabino, da torrefação Cafés Especiais do Brasil, do Grupo IL Barista, de São Paulo.

Para a diretora da BSCA, Vanusia Nogueira, os campeonatos de barismo focam aprimorar a capacitação desses profissionais no país para ampliar o processo de educação e aprendizagem sobre os cafés especiais ao consumidor. “Produtores e baristas vêm aumentando sua parceria nesses últimos anos, cada um ciente de seu papel, desafios e responsabilidades, o que é importantíssimo para o desenvolvimento do mercado. Essa união é vital, pois são esses profissionais que extraem bebidas com o máximo de qualidade e apresentam suas características, valorizando o produto diferenciado junto ao consumidor final”, destaca.

BRAZIL. THE COFFEE NATION

O projeto setorial é desenvolvido em parceria pela BSCA e Apex-Brasil e tem como foco a promoção comercial dos cafés especiais brasileiros no mercado externo. O objetivo é reforçar a imagem dos produtos nacionais em todo o mundo e posicionar o Brasil como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas no país. O projeto visa, ainda, a expor os processos exclusivos de certificação e rastreabilidade adotados na produção nacional de cafés especiais, evidenciando sua responsabilidade socioambiental e incorporando vantagem competitiva aos produtos brasileiros.

Iniciado em 2008, a vigência do atual projeto se dá entre maio de 2018 até o mesmo mês de 2020, tendo como mercados-alvo: (i) Alemanha, Austrália, Canadá, China, Coréia do Sul, Estados Unidos, Itália, Japão, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Reino Unido, Rússia, Taiwan (Formosa) e Turquia para os cafés crus especiais; e (ii) Argentina, China e Estados Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem. As empresas que ainda não fazem parte do projeto podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / (35) 3212-6302 ou do e-mail exec@bsca.com.br.

Mais informações para a imprensa
BSCA – Assessoria de Comunicação
Paulo André Colucci Kawasaki
(61) 98114-6632 / ascom@bsca.com.br

Informações: http://brazilcoffeenation.com.br

Related Post