Escolha uma Página
Melhores dicas para quem quer montar uma cafeteria

Melhores dicas para quem quer montar uma cafeteria

Para muitos, a realização de um sonho, para outros uma boa oportunidade de empreender. Assim como qualquer outro negócio, montar uma cafeteria  exige planejamento e dedicação do empreendedor.

Abrir uma cafeteria é é o sonho de muitas pessoas, como uma oportunidade de mudança de vida, deixando assim de trabalhar para alguém e montar um negócio lucrativo, ou simplesmente por adorar o Café. Mas se engana quem pensa que entrar no ramo é simples. Apesar do grande potencial que ela tem, não é todo mundo que consegue ter bons resultados.

Isso acontece, principalmente, porque as pessoas não se preocupam com detalhes que são importantes e fazem toda a diferença. É preciso se preparar bem para montar uma cafeteria que realmente vá dar lucro.

Para ter sucesso, uma cafeteria exige uma grande dose de dedicação do proprietário. Fazer um bom planejamento, contratar  profissionais qualificados, investir nos equipamentos e produtos adequados – tudo isso exige muito preparo.

1. CONHEÇA SEU PRODUTO

O primeiro passo para quem pensa em entrar no ramo é entender sobre o produto que vai estar na porta, ou seja, entender de Café. Isso é importante para poder contratar os funcionários certos, escolher os equipamentos e produtos adequados e supervisionar a qualidade dos produtos e serviço na sua cafeteria.

Para isso, é interessante que você e, na medida do possível, seus futuros funcionários, realizem um curso de barista. Por meio dessa capacitação, será possível compreender quais os passos para a preparação de um bom café, os ingredientes adequados, o que pode ou não ser combinado, as oportunidades de criação de novas bebidas e outros.

Capacitar os funcionários periodicamente, também após a abertura do negócio, é igualmente importante, para que todos fiquem por dentro das novidades e tendências do mercado.

2. ELABORE UM PLANO DE NEGÓCIO

Não basta ter conhecimento sobre café (mas saiba que é muito importante saber sobre o seu principal produto). Para abrir um negócio, é preciso conhecer tanto o seu produto, como entender o mercado e ter conceitos básicos de gestão.

Antes de começar um negócio, monte um plano. Liste todas as informações possíveis sobre o seu projeto, incluindo sua estratégia, produtos que serão vendidos, custos fixos e variáveis, análise de mercado e concorrência, público alvo,  investimento necessário para abrir o negócio – incluindo ponto, reformas, decoração, equipamentos, capital de giro, funcionários, etc.

O objetivo principal é identificar se há de fato uma oportunidade para lucrar com o negócio e evitar surpresas desagraveis na hora de colocar a mão na massa.

Quanto mais preparado você estiver, mais fácil será resolver os problemas que aparecerem durante o caminho.

3. ENCONTRE O PONTO IDEAL

Escolher um bom ponto é absolutamente fundamental para o sucesso da empreitada. Procure visitar o local em diferentes dias e horários. Se possível, faça uma contagem de quantas pessoas passam por hora em frente do local.

Este será o fator mais importante de seu sucesso ao montar o negócio ou a falta dele. Você pode ter o melhor café do mundo, mas se os clientes potenciais não podem encontrá-lo, ou o seu acesso não é fácil ou conveniente, suas chances de sucesso ao montar uma cafeteria serão muito reduzidas.

O ideal e que este tipo de empreendimento, cafeteria, esteja localizado em local de grande movimento.

Os locais com a melhor probabilidade de sucesso para montar uma cafeteria são:

  • Próximo à universidades;
  • Grandes centros comerciais;
  • Prédios de escritórios;
  • Próximo a residenciais com boa concentração de pessoas por metro quadrado; avenidas movimentadas;
  • Áreas de tráfego pesado de turistas;

Não se esqueça de verificar na prefeitura se é permitido montar uma cafeteria no local pretendido.

Outra coisa que você precisa analisar é a proximidade com concorrentes. É claro que se não tiver concorrência melhor, mas se o local for muito bom a concorrência não deve impedir você.

Veja também:

Aplicativo oferece café em dobro nas melhores cafeterias de São Paulo

4. ESCOLHA O LAYOUT DA CAFETERIA

Uma boa forma para este de exercício que irá lhe ajudar neste decisão, é respondendo as seguintes perguntas:

  • Como você imagina a sua cafeteria?
  • Será de qual tamanho?
  • Terá atendimento em mesa ou somente no balção?
  • Por que o seu cliente deve escolher a sua cafeteria e não outra?

Fazer com que o cliente se sinta à vontade é fundamental para conquistar um público fiel.

Além de um design atrativo, a sua estação de café também deve ser projetada para oferecer velocidade e eficiência de serviço. Assim, seus clientes não terão que suportar uma longa espera.

Montar uma cafeteria lenta, desleixada e com serviço demorado, pode reduzir o número de bebidas que você irá vender em um determinado período de tempo, refletindo diretamente em suas receitas. A demora também poderá irritar os seus clientes, o que também afetará o seu lucro.

5. TENHA BONS FORNECEDORES

Uma das etapas primordiais da estruturação de uma boa cafeteria é formar uma  boa rede de fornecedores. Isto vai desde a escolha da torrefação de café que você utilizará até decidir a empresa que será responsável por entregar e fazer a manutenção preventiva e corretiva dos seus equipamentos.

A qualidade dos equipamentos e da matéria prima utilizada impacta diretamente no café que será servido ao cliente. É preciso estudar bem os fornecedores para entender quem oferece o melhor custo-benefício, atendimento e assistência técnica.

6. ELABORAÇÃO DE CARDÁPIO

Em uma cafeteria não se vende só café, certo? Pois então! Você precisa investir também nesse aspecto e construir um cardápio atraente. Primeiro que café tem de vários tipos, origens, métodos, tamanhos – tenha um leque de opções.

Além disso, você vai precisar também oferecer produtos para compor seu ticket médio. Analise se é interessante para seu cliente um cardápio de salgados, doces e o que mais você achar que dá para acoplar ao seu negócio. Procure diversificar e inovar. Pense também em opções para aqueles que não são fãs do produto com cafeína, mas que gostariam de frequentar o espaço. Sucos naturais e chás costumam ser uma boa pedida.

É igualmente importante que cardápio seja simples e faça sentido para os novos clientes. Caso o nome de algum produto seja diferente ou pouco conhecido, tenha o cuidado de inserir uma breve explicação sobre ele. Caso contrário, o cliente acabará pedindo o item mais conhecido, “café comum”, e você não será capaz de desenvolver uma base de clientes que apreciam vários tipos de bebidas de café.

7. MONTE UMA BOA EQUIPE

Ninguém tem sucesso em seu negócio se não tiver rodeado de profissionais qualificados e que estejam empenhados na mesma causa: o sucesso do empreendimento.

O número e tipo de funcionários necessários par uma cafeteria depende muito da estrutura e demanda.

Contudo, ter um bom barista atrás do balcão é um fator decisivo para o sucesso do negócio. É a qualidade do serviço dele que vai ditar o andamento e o sucesso da sua cafeteria.

Além de dominar a técnica, é importante que seja uma pessoa atenciosa, que saiba conversar com os cliente. Também é fundamental que o profissional mantenha-se atualizado e atendo as tendências do segmento. Os clientes que aprecia bons café, geralmente gostam de conversar sobre o assunto e o barista tem que estar pronto para falar sobre o tema.

8. INVISTA EM DIVULGAÇÃO

Com tudo pronto, é hora de promover o seu café. Para estar na lista de cafeteria de sucesso, você precisa ter noção do quanto o Marketing é importante, pois fortalece a sua relação com o público e faz com que o seu negócio tenha sucesso.

Por isso, a dica é que desde o início você separe um dinheiro para contratar profissionais ou uma agência que seja especializada na elaboração de planos de divulgação. É algo necessário e que vai te ajudar a multiplicar o seu negócio.

Confira abaixo alguns pontos importantes:

  • Ter uma identidade visual bem definida;
  • Investir na presença online (site e mídias sociais);
  • Criar promoções e ações fidelização;
  • Participação de Eventos e Festivais

Mesmo com essas dicas, o sucesso não é garantido, mas é uma boa forma de começar a busca por esse!

A nova cena do Café em Paris

A nova cena do Café em Paris

Café e Viagens tem tudo a ver. Então se está nos seus planos ir para Paris, que tal colocar umas cafeterias na lista de visitas?

Demorou um pouco para a “cultura do café especial”, ou seja, o café como um produto excepcional com toda sua rede de especialistas, invadir Paris da mesma maneira que invadiu Nova York, San Francisco, Berlin e Tokyo. O que é um pouco controverso, visto que a França possui esse comportamento de consumo, artesanal e especializada – quase obsessiva – em relação ao vinho, ao queijo, à alta costura e a tantos outros produtos.

Até então o café em Paris era um tradicional espresso, rápido no balcão antes de ir trabalhar ou depois do almoço, ou então aquele cafezinho na varanda de algum bistrô, como simples desculpa para passarmos horas sentados olhando a vida passar. Nada mais parisiense que isso.

A 3ª Onda dos Cafés em Paris

Com a chegada ao mercado parisiense dos jovens empreendedores – grande parte deles vindos dos EUA – o café em Paris chegou ao status de bebida cult que merece ser apreciada mesmo antes do primeiro gole. Saber de onde veio o grão, como ele foi torrado e todas as tecnicalidades de seu preparo faz parte da experiência. Assim como fazemos com um bom vinho.

Com isso foi aparecendo pela cidade os novos estabelecimentos servindo café especiais. Diferente dos tradicionais Cafés parisienses com sua decoração meio Belle Époque e um barman que serve bebidas e também tira o café na máquina, os novos Cafés são uma mistura do Brooklyn com a Escandinávia. Ambientes minimalistas, cleans, orgânicos, locavore. Seus atendentes podem explicar tudo sobre o café que estão preparando e muito mais.

Principais representantes

Alguns representantes desta nova onda – que se iniciou em 2010 – são o Café Coutume e o Café Lomi . Mais do que estabelecimentos servindo cafés e bolos, eles são torrefadores que escolhem os melhores grãos nos quatro cantos do mundo. Além disso, eles distribuem seus produtos para outros cafés e restaurantes, vendem diretamente para o público e, no caso do Coutume e do Lomi, dão cursos e formam baristas.

Café Coutume situado no elegante 7ème de Paris, tem uma clientela jovem e feminina que adora o cardápio do Coutume, com suas saladas refinadas, sopas leves e as tortas fabricadas na famosa Pâtisserie des Rêves.

Bon début de semaine à tous @coutumecafe! #coutume #paris #specialtycoffee #design

Uma publicação compartilhada por Coutume (@coutumecafe) em

O Lomi – Localizado em uma região do 18ème que já foi considerada a pior de Paris, por ser pobre e apresentar criminalidade acima da média. O bairro “La Goutte-D’Or” continua sendo relativamente pobre e caótico mas, assim como aconteceu com este tipo de bairro em várias cidades do mundo (Hackney em Londres, Williamsburg em Nova York), ele começa a ser invadido por jovens estudantes e artistas de vários países.

Le coffee shop reste ouvert tout l’été ☀ Venez profiter de la terrasse !

Uma publicação compartilhada por Lomi (@cafelomi) em

KB CaféShop (antes chamado Kooka Boora) fica no olho do furacão da “nova cena hipster” parisiense, os altos do 9ème arrondissement

Essa área do 9ème fica ao lado de Montmartre, mas é pouco frequentada pelos turistas, que em geral vão em direção à Sacré Coeur, e não para “baixo”. O KB fica na esquina da Trudaine com a Rue des Martyrs, que tem um comércio de bairro autenticamente parisiense, com cafés, floristas e épiceries. Em resumo, a área ao redor do café vale o passeio.

O Craft é, segundo eles, “o primeiro café de Paris dedicado aos criativos independentes”. Na verdade, é uma espécie de co-working space, mais do que café. É preciso pagar pelo tempo de uso da conexão internet e do ambiente, que é adaptado ao trabalho: uma mesa longa e grande, que você divide com outras pessoas, ou dois ambientes com sofás.

Correndo por fora da onda hipster está o pioneiro Caféothèque, fundado em 2005 por Gloria Montenegro, ex-embaixadora da Guatemala na França e expert cafeóloga, diretora da École des Cafés. O Caféothèque, assim como o Coutume e o Lomi, funciona como um espaço de torrefação e venda de café (o pó), um salão de café e uma escola de barista, torrefador e sommelier do café.

Endereços

Café Coutume: 47 rue Babylone, 75007. Metrô linhas 10 e 12, estação Sèvres-Babylone.

Café Lomi: 3ter rue Marcadet, 75018. Metrô linhas 4 e 12, estação marcadet-Poissonniers.

KB CaféShop: 53 Avenue Trudaine. – Metro Pigalle (linhas 2 e 12).

Craft: 24, rue des Vinaigriers , 75010 Paris – Metro Jacques Bonsergent (linha 5).

Caféothèque: 52, rue de l’Hôtel-de-Ville, 75004. Metrô linha 7, estação Pont Marie ou linha 1, estação Saint Paul.

Leia também:

CAFÉS EM BUENOS AIRES QUE VOCÊ PRECISA CONHECER

O CAFÉ E A AUSTRÁLIA, UM CASO DE AMOR LEVADO A SÉRIO

SEATTLE, A MECA DO CAFÉ NOS ESTADOS UNIDOS



Booking.com

Dicas de livros para apreciadores de Café

Dicas de livros para apreciadores de Café

O café é uma daquelas bebidas que não pode faltar na vida da gente. Há aqueles que não conseguem sair de casa sem antes apreciar um bom café e muito menos enfrentar um dia de trabalho sem a bebida ao lado.

Se você além de ser um consumidor quer saber mais sobre esta encantadora bebida,  não pode deixar de conferir essas dicas de livros para a biblioteca básica de um apreciador de cafés.

Confira abaixo:

BRASIL: DO CAFÉ À INDÚSTRIA  

Comprar  

Livro - Brasil: do Café à IndústriaA cafeicultura paulista do século XIX foi o motor da economia nacional até pelo menos 1929, trazendo consigo, a partir de 1880, o processo de industrialização brasileiro. Neste livro, o autor estuda a diversidade das transições para o trabalho livre no Brasil, centrando-se no processo conduzido pelos paulistas englobando café e indústria em uma só história.

Autor: Roberto Catelli Jr 

 


CHEFS: CAFÉ  

Comprar  

livro-chefs-cafeEm Chefs – Café, seus aromas e sabores vão muito além da xícara: estão presentes em receitas criativas de 28 dos melhores mestres da culinária, que nos ensinam que o café é também um dos melhores temperos. Sem deixar nenhum aspecto importante escapar: como entender o que é um bom café, desde a plantação até a xícara, como escolher, comprar, preparar os cafés clássicos e consagrados em todo o mundo. E que tal conhecer a fascinante história do café e as grandes transformações que ele já provocou em diferentes no mundo e quais as perspectivas que se anunciam para este novo ciclo. Tudo isso e muito mais contado pelos maiores especialistas em café da atualidade.

 


DICIONÁRIO GASTRONÔMICO . CAFÉ E SUAS RECEITAS   

Comprar  

Dicionário Gastronômico. Café com Suas ReceitasCercado de lendas antigas e folclóricas que dão conta de sua história, a verdade é que desde o seu surgimento o café é uma bebida apaixonante. Capaz de despertar sabores, estimular sensações, embalar sonhos e ideias de seus inveterados admiradores, é um elixir poderoso a frequentar corações e mentes de boa parte da humanidade.

Autora: Giuliana Bastos 

 

 


SOU BARISTA  

Comprar  

SOU BARISTASou barista serve tanto àqueles já iniciados na profissão quanto aos que estão apenas começando e promete ser uma fonte rica de ensinamentos sobre a origem do café, sua expansão para o mercado, o surgimento da profissão do barista e as suas técnicas mais essenciais.

Autoras: Concetta Marcelina e Cristiana Couto

 

 


RECEITAS COM CAFÉ…BEM SIMPLES 

Comprar  

Receitas com Café... Bem SimplesEste livro celebra as muitas formas criativas de se utilizar o café na culinária. Aqui será encontrada uma seleção irresistível de receitas testadas e aprovadas, de bolos clássicos a docinhos deliciosos Os capítulos incluem bolinhos e biscoitos, bolos caseiros, sobremesas, bebidas e até mesmo opções light. O café também é ótimo para realçar o aroma das carnes e fica muito gostoso em várias bebidas e coquetéis – e você pode utilizar café descafeinado à noite! Estas receitas fazem uso de todos os tipos de café: café pronto, essência de café e chicória (disponível on-line ou use essência de café), em pó, granulado e licores de café. São ideias incríveis para utilizar umas das bebidas mais apreciadas no mundo todo.

 


CAFÉ COM DESIGN – A ARTE DE BEBER CAFÉ 

Comprar  

Café com Design. A Arte de Beber CaféMudam-se as circunstâncias, os interesses, o público-alvo, e os cafés continuam a exercer seu fascínio. As coffee houses já foram lugares privilegiados, onde se reuniam intelectuais e se discutiam as políticas de um país. Sem dúvida, a arquitetura desses ambientes e o design de seus interiores, mesclados ao hábito do consumo de café, foram e continuam a ser os ingredientes básicos dessa magia. Os cafés são o lugar em que as pessoas interagem, conversam, trocam informações, discutem e processam ideias. São espaços de socialização e de cultura e, por que não, um ambiente de trabalho. Com as novas tecnologias, as cafeterias oferecem pontos de rede e, assim, transformam-se em verdadeiros escritórios. Reunir esses diferentes aspectos da vida contemporânea significa proporcionar ao consumidor uma verdadeira viagem estética, repleta de sabor. Lançamento do Senac São Paulo, Café com design: a arte de beber café busca atrair para seu universo não só os apaixonados por essa bebida, já que o livro traz algumas receitas e dicas de harmonizações clássicas e exóticas que podem ser experimentadas com o café, mas também todos os amantes da arte, da arquitetura, do design e das novas tecnologias

Autores: Miriam Gurgel e Eliana Relvas 


Veja também: Dicas de livros para apreciadores de Café – Parte 2

10 paradas obrigatórias para os amantes de café em São Paulo – Parte 2

10 paradas obrigatórias para os amantes de café em São Paulo – Parte 2

Começo este post dizendo: Já não cabe nos dedos das mão o número de lugares que oferecem café de qualidade em São Paulo.

É isso mesmo!

Pouco mais de um ano atrás eu compartilhei com vocês o post “10 paradas obrigatórias para os amantes de café em São Paulo”, que é até hoje o post mais acessado aqui no Blog. Fiquei muito contente ao saber que muitas pessoas fizeram uma maratona cafeinada para visitá-las.

De lá para cá, tive o prazer de conhecer muitos outros lugares, que até poderia escrever um Guia. Mas como a brincadeira é fazer uma lista Top 10, confira abaixo os uma nova lista de lugares que merecem ser visitados!

Se ainda não foi, vá! E quem quiser acompanhar minhas andanças cafeinadas por aí, siga a @cafeinação.

Ps. As fotos são das contas do instagram de cada cafeteria. Clique para acessar as informações de endereço e horário de atendimento.

Béni Café

Diferente de outras cafeterias do bairro do Bom Retiro, o  Béni Café foge do padrão de café, pois é ao mesmo tempo uma confeitaria e cafeteria que cafés da manhã.
Os clientes se sentem em uma cafeteria com o estilo de Nova York, com o clima aconchegante e agradável. Béni em francês significa Abençoado, o casal de donos acreditam terem sido abençoados com a oportunidade que surgiu de abrirem uma casa com o estilo deles, oferecendo aos clientes cafés de qualidade e uma confeitaria caseira de bom gosto.

Clemente Café

Há pouco tempo funcionando na Vila Clementino, zona sul de São Paulo, o Clemente Café conta com um ambiente de sete metros quadrados e dois bancos do lado de fora. Tudo lá dentro é preparado pessoalmente por Tatiana Rocha, que abandonou a carreira em um grande banco para se dedicar à paixão pelo café, que começou como hobby há dois anos.

A casa também tem atraído os “Coffee Geeks”, como tem ficado conhecidos os aficionados que não hesitam em atravessar a cidade em busca de boas novidades cafeinadas.

Coa Café

Tive o prazer de conhecer o Coa Café no dia da sua inauguração, a convite de uma amiga, a Barista Natália Ramos. Criado há pouco mais de um ano pelo arquiteto Heitor Fontes e pela administradora Clara de Miranda. Num espaço modular instalado na entrada de uma loja na rua da Consolação, nos Jardins, eles servem pessoalmente a bebida usando coadores como V60 e Aeropress. A cada sexta-feira, apresentam uma variedade diferente de café.

Uma foto publicada por Coa Café (@coacafe) em

Cupping Café

A ideia do local é reduzir a distância do cliente em relação aos métodos de extração da bebida. A ideia do proprietário Gabriel Penteado foi montar uma cafeteria onde os clientes possam tomar só um expresso, mas também ver expostas várias opções de métodos e os painéis mostrando a origem dos  cafés da casa.

Isso é Café

A cafeteria instalada no Mirante 9 de Julho, na região da Avenida Paulista, representa a marca Isso é Café, cujos grãos são produzidos pela Fazenda Ambiental Fortaleza (FAF), em Mococa, SP, e parceiros. Além do be um bom Espresso, podem ser degustados por meio de diferentes tipos de cafés enquantos e observa o vaivém da Avenida 9 de Julho, como o cold brew, extraído lentamente a frio e servido em copo baixo com gelo.

Uma nova unidade foi inaugurada na Vila Madalena, no Beco do Batman para ser mais exato.

Musette Café

Imagine uma bolsa cheia de comidinhas deliciosas para melhorar seu dia. Agora imagine que tudo dentro dessa bolsa foi feito para você com o maior carinho. Pois é, o Musette Café surgiu com o intuito de ser essa bolsa incrível, mas em formato de cafeteria: tudo foi cuidadosamente criado para te receber bem e sem desrespeitar o meio ambiente. Nesta casinha especialconsumo consciente é valorizado, os produtos artesanais são priorizados e um ambiente colaborativo é estimulado por meio do universo da bicicleta.

We believe in great things. Great coffee. Great people. Great moments.

Uma foto publicada por Musette Cafe SP (@musettecafesp) em

Nano Cafés Especiais

O Nano Cafés Especiais é um coffee truck, com nome inspirado na cultura dos microlotes, uma denominação dada a pequenas quantidades de grãos de café especial dotados de características únicas., que nasceu pelo desejo de “juntar a fome com a vontade de comer“, literalmente. Robinson Takeshi Kimura e Lívia Fattori Scudeller se uniram pelo design e decidiram juntos trilhar um novo caminho cheio de aromas e doçuras. O slogan é: café e comidinhas de qualidade a preços acessíveis!

Depois de algumas incursões por eventos, a dupla estacionou de vez no Cake Design & Food Market, na rua Girassol, Vila Madalena, onde a operação de dois metros quadrados ganhou um salão com direito a jardim e pôr do sol.

Uma nova unidade foi inaugurada no bairro do Bixiga.

Octávio Café

Com um ambiente arquitetônico moderno e que chama a atenção, o Octávio Café proporciona a seus clientes um espaço interativo, criado para agradar a todos os sentidos. Localizado na Avenida Brigadeiro Faria Lima, região nobre de São Paulo, a casa é uma ótima opção para apreciar bons cafés assim como um local interessante para reuniões de negócios.

Considerada a maior cafeteria da América Latina, é um lugar especial, cujo ambiente proporciona a possibilidade de se vivenciar uma experiência única.

Soul Café

O Soul Café fica numa galeria da rua Augusta, a poucos metros da Av. Paulista. É um negócio  tocado pelos próprios donos, os baristas Talita dos Reis e Davi dos Reis, cunhados, que ainda tem como sócio Vitor dos Reis, marido de Talita.

Além de uma boa xícara de café espresso, você também pode experimentar outros tipos de extração, como prensa francesa, aeropress e hario  e deliciosos lanches e bolos.

Um Coffee Co.

Localizado no bairro do Bom Retiro,  o Um Coffee Co é tocada por uma família de origem sul-coreana. Em 2006, o clã Um começou um negócio de exportação de café e há cinco anos administra a própria fazenda na cidade mineira de Campanha. É de lá que vem boa parte dos grãos usados em diferentes métodos de filtragem, como o japonês Kalita  — repare na precisão dos baristas, que se valem até de balança e cronômetro para extrair a melhor bebida. O brunch é servido a qualquer hora e leva à mesa fatias de pão e de bolo, além de geleia, salmão defumado, ovo, iogurte com granola e, é claro, um bom café.

Uma nova unidade foi inaugurada no bairro do Itaim.

Post atualizado em jul/2017, devido ao encerramento das atividades de algumas cafeterias e abertura de outras.

Veja também:

“10 paradas obrigatórias para os amantes de café em São Paulo – Parte 1”



Booking.com

Um roteiro dos melhores cafés em New York City

Um roteiro dos melhores cafés em New York City

Se você é um daqueles que quando viaja, sempre tem uma listinha de cafeterias para visitar, se liga nesta seleção feita para quem for visitar New York City.

Os Nova-iorquinos tem o habito de tomar muito café. Mas nem só de Starbucks que se vive. Quando o assunto é café de qualidade, as opões também são muitas. Nova York é repleta de cafeterias e os favoritos da cidade incluem Stumptown Coffee, La ColombeBlue Bottle.

Boa viagem, quero dizer, boa leitura!

Abraço Espresso

abraço espresso

Nesta pequena cafeteria você poderá obter intimidade um café de qualidade incomparável. Apreciar um café (torrefação própria) acompanhado de uma das comidinhas de produção própria e saboreá-los nos em pé em algum dos lados do balcão-janela janela enquanto aprecia o que restou do antigo East Village. Uma experiência essencial para quem quer conhecer mais do que grandes redes

Blue Bottle Coffee

blue-bottle

Uma das marcas mais queridinhas dos coffeelovers, além de Nova York, a Blue Bottle possui lojas em San Francisco, Los Angeles e Tóquio, e eles sabem o que estão fazendo. Entrar em qualquer das unidades você vai encontrar-se em um ambiente branco, preenchido com tampos de mesa de mármore, o logotipo da azul garrafa e opções de grãos de diversas partes do mundo, com torras sempre frescas. Além de ótimos cafés, você também vai encontrar  uma variedade de comidinhas. As filas às vezes ficam podem desanimar, mas a recompensa sempre vem para aqueles que conseguem esperam.

Café Grumpy

cafe-grumpy

O Café Grumpy  começou como apenas um pequeno estabelecimento no Brooklyn, mas agora tem quatro locais da cidade. A loja de Greenpoint tornou-se muito popular devido aparecer num seriado de televisão americana. Mas se você prefere um local mais tranqüilo, a loja que fica no bairro do Chelsea tem um espaço agradável e além de contar com um tranquilo jardim.

Culture Espresso

culture-espresso

Para quem está Midtown West sedendo por um café, o Cultura Espresso serve cafés de alta qualidade. É sempre movimentada, principalmente porque é um raro oásis da vizinhança para os cafés especiais … e também provavelmente por causa  daqueles  que vão atrás dos recém-assados cookies.

Everyman Espresso

Everyman Espresso

Se você está chega esquina da West Broadway e Canal, e se depara com uma das lojas rede Dunkin ‘Donuts, reconsidere por um momento antes de entrar: o que você faria se a poucos passos de distância tem uma cafeteria, com baristas super qualificados te esperando para preparar um café maravilhoso, de extrema qualidade? Isso é o que você encontra no Everyman Espresso.  A loja – segundo e muito mais elegante localização do Everyman – serve Counter Culture Coffee.

Intelligentsia Coffee

intelligentsia-coffee

Fundada em Chicago em 1995, Intelligentsia é uma das redes de café mais antigas e respeitadas do país.  A sua unidade em NYC é uma das melhores opções em para os lados The High Line, um bairro carente de bom café. Além de bons cafés disso, existem alguns saladas preparadas e sanduíches pré-embalados para uma multidão que invade o espaço durante o  almoço. O doces vêm de duas excelentes fontes: Bien Cuit e Mah Ze Dahr.

Joe the Art of Coffee

joe-the-art-of-coffee

Uma rede legitimamente de New York,Joe the Art of Coffee possui 11 cafeterias espalhadas pela cidade. Além de espresso, você tem ótimas opções de cafés coados com uma seleção rotativa de grãos de diversas partes do mundo. E para aqueles que querem aprender um pouco mais, a Joe the Art of Coffee oferece aulas na Pro Shop Joe no bairro de Chelsea.

La Colombe

la-colombe

La Colombe tem sua sede na Filadélfia e possui  cinco locais em NYC. Mesmo se tratando de uma grande rede, conseguem oferecer extrema qualidade, onde podemos facilmente identificar seus endereços por suas longas filas cheias de clientes fiéis. Servindo lattes, cappuccinos, cold brews engarrafados e seus deliciosos bolos, o pessoal da La Colombe sabe como impressionar com o carisma de seus cafés apresentados com latteart dignos de um campeão de TNT.

Stumptown

stumptown

Se você realmente gosta de café, tem que conhecer a Stumptown. Inúmeras são as possibilidades de pedido nos dois endereço da marca em Nova York; Cold Brew, Espresso, French Press, AeroPress, Vacuum Pot, Kalita Wave, Hario V60, Chemex e Bee House… Ficou na dúvida do que escolher? Não se preocupe: os baristas da casa irão guiá-lo para o que melhor atenda  a sua “experiência”.

Tem alguma outra sugestão para acrescentar na lista? Compartilhe conosco.

Leia também:

10 PARADAS OBRIGATÓRIAS PARA OS AMANTES DE CAFÉ EM SÃO PAULO

CAFÉS EM BUENOS AIRES QUE VOCÊ PRECISA CONHECER

SEATTLE, A MECA DO CAFÉ NOS ESTADOS UNIDOS



Booking.com