Escolha uma Página

Você se dá conta que o café faz parte da sua vida, quando você chega numa cidade e vai logo perguntando sobre as cafeterias da cidade.

Acabo de me mudar de Curitiba para São Paulo e logo fui perguntando para amigos quais as cafeterias que indicariam conhecer. Foram tantas as sugestões que resolvi fazer uma lista de visitas  (algumas já fui e outras ainda faltam conhecer) e compartilhar aqui com a galera do Movimento Drink Good Coffee.

Aqui estão as TOP 10, que foram mencionada mais vezes. Vai servir de base para as minhas visitas e espero que ajude nas suas também (seja morador ou esteja na cidade a trabalho ou turismo).

 

Coffee Lab

Considerada uma das melhores cafeterias do mundo, comandada pela barista Isabela Raposeiras, fica no bairro de Pinheiros e já estava na minha lista de visitas há muito tempo. Logo que você entra se dá conta que está num local diferenciado. Mistura de cafeteria, torrefação e escola de baristas, conta com uma equipe super atenciosa e bem treinada, que ajuda tirando dúvidas de qual microlote de café e método de extração escolher.

Fora da Lei Café

Um representante do segmento dos Coffee Trucks, o Fora da Lei Café é uma inciativa do Cauã, um advogado de uma multinacional que tinha uma Ford Rural parada, e viu aquilo como uma possibilidade de abrir um negócio “fora da lei”. Depois de algum tempo para preparar da caçamba do veículo  e também fazer alguns cursos para se especializar no preparo de cafés, o hoje barista Cauã está com sua cafeteria ambulante montada e tem um ponto de parada na  esquina da Alameda Joaquim Eugênio de Lima e Alameda Santos, além de participar de alguns eventos.

 

KOF (King of the Fork)

King of the Fork, o local onde a paixão pelo café e o ciclismo se unem. Conta com um cardápio bem servido, para qualquer hora do dia, com um ambiente super aconchegante. A indicação do local veio junto com a de que não poderia deixar de provar os deliciosos cookies acompanhado de um belo cappuccino. Para que curte algo mais alcoolico, a dica é experimentar o Cold Brew Gin Tônica.

PPD (Por um punhado de dólares)

Com um nome no mínimo curioso para uma cafeteria, ainda mais nos dias de hoje, em que a moeda do Tio San ultrapassa os 3 reais. O nome foi inspirado num clássico filme dos anos 60, protagonizado por Clint Eastwood.

Em funcionamento desde de janeiro/2015 no centrão de São Paulo (Consolação) tem o lema de servir “cafés sinceros” – qualidade com preço justo. Podemos encontrar cafés de várias regiões, inclusive de países como a Etiópia. O cardápio escrito a giz na na parede preta, um torrador e uma oficina de máquinas de café no fundo da loja dão um toque todo especial ao ambiente.

Rua Coffee Roasters

Caminhando pela Vila Olímpia, encontrei o Tuc-Tuc (um triciclo motorizado, muito comum na Índia) mais cafeinado da cidade.

Surfando a onda dos food trucks, é uma ótima opção para se tomar um bom café sem precisar entrar em nenhuma cafeteria. E não é só café que você vai encontrar. O cardápio contempla vários quitutes, entregues diariamente por pequenos fornecedores artesanais.

Uma nova unidade iniciou as atividade no WTC, no bairro do Brooklyn Paulista.

Sofá Café

O conceito da casa é simples: criar uma cafeteria com cafés especiais e servi-los em um ambiente que lembre o sofá de casa.

Com um cardápio bem variado, contempla desde um boa carta de cafés / métodos, assim como um delicioso cardápio de comidinhas.

Uma informação bem bacana que vai além do beber & comer, é o Projeto “FAZEDORES DE CAFÉ”, que funciona em parceria com outras empresas e foi criado em 2014. O projeto surgiu com a ideia de formar jovens de baixa renda, acima de 17 anos, gratuitamente, com o objetivo de trabalhar além da extração do café.

Atualmente conta com 4 unidades em São Paulo, 1 no Rio de Janeiro e 1 nos Estados Unidos.

Takko Café (Antigo Beluga)

Um pedacinho escandinavo cravado no centro da cidade, a cafeteria já chama atenção pelo minimalismo em tudo, a começar pelo fato de não ter funcionários. São os donos que estão na operação servindo ótimos cafés do menu – incluindo versões geladas -, diretamente no balcão, para ter maior contato com o cliente e espalhar a cultura do café.

The Little Coffee Shop

Primeiro local que fui conhecer logo que cheguei na cidade , a cafeteria de apenas 2 m² é considerada uma das menores cafeterias do mundo dedicada a cafés especiais.

Mas o pequeno espaço não limita a qualidade dos produtos servidos nem o número de pessoas atendidas, que se aglomeram na calçada para pedir um bom café, seja um espresso, cappuccino o até mesmo um cold brew (café extraído a frio), que acompanham muito bem com o bolo do dia.

Torra Clara

Com ar clean, na badalada Rua Oscar Freire, não é somente de torras claras que que vive a cafeteria. Lá você também pode optar por torras médias ou escuras.
Além do tradicional espresso, a casa se possui uma variada opção de métodos de preparo, com destaque para o Sifão – Método de preparo do café por infusão (transferência térmica e vácuo). É composto por dois globos de vidro (um com um funil), um filtro, uma base e uma chama.

Urbe Café

Ali numa travessa da rua Augusta reside o Urbe Café, espaço aconchegante e charmoso que abriga no cardápio várias receitas com café, como o Soda Coffee, indo além do tradicional espresso. Drinks interessantes também são constantemente atualizados e ajudam a fugir do calor.

Post atualizado em jul/2017, devido ao encerramento das atividades de algumas cafeterias e abertura de outras.

Veja também:

10 paradas obrigatórias para os amantes de café em São Paulo – Parte 2

Related Post